segunda-feira, 7 de novembro de 2011

A moda e a ditadura da magreza


“Nothing tastes as good as skinny feels”

Frase dita pela modelo Kate Moss, quem na minha opinião, nunca deve ter comido nutella ou pizza. Ou talvez o tanto de “Você tem que emagrecer!” e “Você não pode ser gorda!” que ela ouviu durante os vinte anos de carreira devem ter surtido efeito. Bem, nós meras mortais temos o livre arbítrio de comer o que quiser, não precisamos ser magras pra ter o nosso ganha-pão, não temos nenhum empresário mandando a gente fechar a boca... Mas por que então nós sentimos tanta pressão pra emagrecer?! Eu nunca conheci nenhuma mulher verdadeiramente satisfeita com o seu peso, é impressionante a nossa capacidade de encontrar defeito no nosso corpo! Sempre escuto amiga reclamando que tá gorda, que tem o braço gigante, que precisa de uma lipo, que isso que aquilo.



Não estou julgando ninguém, até porque eu me encaixo nesse perfil também. O que eu tento entender é de onde vem toda essa pressão pra gente ser magra. Quem disse que você tem que ser perfeita? Drr Paula, que pergunta ridícula. É obviamente culpa dela, a grande culpada por todas as mazelas da nossa sociedade hoje em dia: a mídia! Mídia, sua malvada. Você nos bombardeia todos os dias com fotos de mulheres magras, bonitas, gostosas, peitudas. Como que eu vou ser feliz se eu não pareço com essas mulheres? Academia, dieta, cirurgia plástica... É, a nossa insegurança movimenta milhões e milhões de reais...


Mas a verdade é que a gente pode malhar o quanto for, se privar do tanto de doce que for preciso, mas até a gente mudar a nossa cabeça, a gente nunca vai conseguir estar 100% satisfeita com o nosso corpo. Nós que gostamos de moda vemos modelos lindas e não só queremos ter o corpo delas, mas também queremos usar as roupas que elas usam. Por que que a gente simplesmente não aceita o fato de que tem roupa que é pra gente e tem roupa que não é? Por que nós não valorizamos o que temos de bom e deixamos de lado os nossos defeitos?

Você já reparou como você consegue ver as qualidades nas suas amigas que elas nem sabem que têm? Nós conseguimos tão bem ver a beleza da outra, mas não conseguimos enxergar a de nós mesmas. Pratique o exercício de se aceitar. Você pode sim gostar de moda e se vestir bem sem pesar 45 kgs. Acredite, o problema não é o seu corpo, é a sua cabeça! Tire essa pressão de cima de você. A mídia coloca ela na gente, mas aceitá-la é uma escolha nossa.



You are beautiful, it’s society who’s ugly! ;)

6 comentários:

  1. Congrats pelo post! Penso, logo existo! bjs,
    Emily

    ResponderExcluir
  2. Muito bom!! Só falta eu praticar o exercício da aceitação hhahaaha

    ResponderExcluir
  3. Amiga assisti um documentario chamado Tabu, do national geographic que mostra a historia da (ex)modelo Isabelle Caro, que era tida como exemplo de magreza pra muitas pessoas. Logo depois de exibir seus 20 e poucos kg no filme ela morreu devido a doença. A história é bem chocante mas vale a pena assistir e tem tudo a ver com o assunto desse post! beijos

    ResponderExcluir
  4. O problema, eu acho, não está em se achar gorda de vez em quando, nem em querer fazer dieta uma vez ou outra, o grande problema é quando vira doença e é tão triste uma pessoa acabar com a sua própria vida por isso! Quando lí o comentário acima lembrei que já tinha visto em algum lugar falando sobre essa modelo, e fui olhar no Google, as imagens dela são chocantes...

    ResponderExcluir
  5. I need to to thank you for this good read!! I definitely loved every little bit of it.
    I've got you bookmarked to look at new stuff you post…
    Also visit my website :: buy youtube views

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, é sempre bom ouvir o que a leitora tem a dizer! :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...